Liber Domus em detalhe #3 – Mecanismos parte 1


Neste mais recente artigo de blog damos continuidade ao foco nos pormenores que tornam Liber Domus um jogo tão inovador e único na forma como se encontra estruturado para providenciar a melhor experiência educativa aos estudantes. Desta vez, centramos nos mecanismos que acompanham a sua aprendizagem baseada em aventuras.

Podem acompanhar mais sobre o nosso trabalho durante as próximas semanas bem como as várias melhorias e funcionalidades adicionadas a Liber Domus subscrevendo a nossa newsletter.

 

Ponte

O jogador tem de atravessar uma ponte, cujas únicas lajes seguras são as que contém números divisíveis por 3. Não existe limite de tempo, e tem três tentativas. Sempre que cai, regressa ao início. Se cair três vezes, tem de recomeçar o exercício. De cada vez que o jogador inicia ou reinicia a ponte os números mudam através de um algoritmo criado especificamente para o efeito, impedindo a memorização de caminhos. O mecanismo é utilizado posteriormente em outras aventuras opcionais, havendo variação no nível de dificuldade através de números com outros divisores.


Vasos

No fórum foram escondidos 12 vasos. O jogador descobre que cada um desses vasos representa o esforço feito pelos colonizadores iniciais de Liber Domus. Para completar o desafio, o jogador tem um limite de tempo de 15 minutos para recolher cada vaso, entregar e responder a uma questão aleatória sobre expressões matemáticas. Se falhar, o vaso regressa ao local original, mas o cronómetro continua. Não há limite para o número de erros, apenas a conclusão dentro do tempo definido conta. O mecanismo é utilizado posteriormente em outras aventuras opcionais, havendo variação no nível de dificuldade através da redução do tempo para executar a tarefa e complexidade das expressões.


Troncos

O jogador é convidado a atirar aros na direção de troncos, mas para que encaixem tem de escolher um determinado ângulo e grau de força. Caso erre três vezes, perde o exercício e tem de recomeçar. O tronco que o jogador tem de acertar é assinalado de forma aleatória. O mecanismo é posteriormente usado em aventuras opcionais com variação no nível de dificuldade através do aumento do número de ângulos e força possíveis.


Balões

Para concluir este desafio, é necessário acertar em balões. Mas não pode ser qualquer um. Os balões foram posicionados de forma a representar formas, áreas e perímetros. O jogador tem de acertar nos balões que perfazem a periferia da forma, área ou perímetro do retângulo, triângulo ou quadrado mencionado de forma aleatória. Caso falhe um só balão, irá falhar essa questão. Se falhar 3 vezes, perde o desafio e tem de recomeçar. O mecanismo é utilizado posteriormente em outras aventuras opcionais, havendo variação no nível de dificuldade através do aumento do número de balões e complexidade das formas.

 

Próximo artigo - Liber Domus em detalhe #4 – Mecanismos parte 2 – focamos alguns dos mecanismos que são introduzidos nas aventuras, a sua contextualização e os temas em que se centram.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo